acessibilidade texto


. . .

Português Português

Amigo Anônimo

aanonimoui

Os Jovens definem seu papel como o futuro de A.A.

Título original: “Los Jóvenes Definen Su Papel Como el Futuro de A.A.”
 

1“Como membros dos Grupos de Jovens em A.A. somos diferentes de outros Grupos de interesse especial”, disse Larry Y., em uma sessão de compartilhamento da Junta de Serviços Gerais. “As mulheres continuarão a serem mulheres, os médicos, médicos, etc.; mas os jovens têm um costume muito particular: tendem a ficar maduros e a tornar-se membros normais de A.A., inclusive veteranos”.

 
Um dos três membros dos Grupos de Jovens em A.A. convidados pra se dirigir à Junta na sua sessão de compartilhamento em novembro no Hotel Roosevelt na Cidade de Nova York, Larry alcançou a sobriedade em 1972 com a idade de 27 anos, e desde então tem estado no serviço ativo. Atualmente é coordenador do Conselho de Assessoria da Conferência Internacional de Jovens em A.A.
 
Observando que se espera que mais de 2.000 membros acudam à Conferência de 1986, em Miami, no próximo mês de maio, Larry disse que, “A Conferencia somente é realizada em cidades que tenham muitos RSG´s. Incentivamos os jovens a fazer parte da estrutura de serviço de A.A.”.
 
Jim M., fazendo eco destas palavras disse: “Era muito jovem para ser um bêbado quando cheguei em A.A. com a idade de 24 anos”. Jim tornou-se membro em 1979 ao completar 31 anos. Ele ressaltou o fato de que os GJ (Grupos de Jovens) trabalham totalmente dentro do marco de A.A., se atendo estritamente a seu único propósito primordial.
 
Os recém-chegados com idade abaixo dos 31 anos, já não são um fenômeno entranho, dizem Larry e Jim. De acordo com os resultados do estudo sobre os membros de A.A. nos EUA e Canadá, feito em 1983, a percentagem elevou-se de novo para 20%, um aumento notável sobre os 15% de 1980, e quase três vezes o 7% obtidos dos anos 1968 a 1977. O estudo mostrou também que entre os membros com menos de 31 anos o índice de incidência de adição a outras drogas além do álcool foi de 58% para os homens e 64% para as mulheres em 1983, (comparado com 31% do índice geral para todos os membros). As pesquisas sobre os que têm menos de 21 anos, analisadas pela primeira vez, mostraram que 74% dos homens e 68% das mulheres tinha dupla dependência.
 
Na sessão de compartilhamento Jim comentou: “No que se refere à atitude de A.A. em relação aos jovens, e em particular à literatura, temos que esclarecer a situação dos alcoólicos que usam outras drogas”. Respondendo à pergunta de como A.A. pode alcançar com maior eficácia os jovens com sua literatura, Jim sugere que essa pergunta deve ser feita diretamente aos jovens: “Reúnam os jovens em grupos com um objetivo bem definido e perguntem-lhes o que os atrai e o que não lhes atrai no programa”.
 
Recentemente, Jim, Larry e outros membros dos GJ, foram convidados a compartilhar suas ideias a esse respeito numa reunião do Comitê de Informação Pública.“Dissemos-lhes que convidassem os jovens para participar e que utilizassem sua ajuda e seus consideráveis recursos”.
 
Dara, uma jovem esbelta e loira de 22 anos, poderia ser considerada um exemplo do que muitos jovens sentem na atualidade. Na sessão de compartilhamento da Junta de Serviços Gerais, Dara disse: “Comecei a beber e a tomar drogas na minha pequena cidade natal no Meio Oeste aos 12 anos. Fiz uma cura geográfica em Nevada aos 13 anos. Alcancei a sobriedade em Madison, Wisconsin, aos 15 anos, a pesar de que os veteranos continuavam me dizendo que era muito jovem e que deveria ir para Alateen. Entretanto, permaneci lá”.
 
Dara disse que no seu GJ lhe ofereceram a primeira oportunidade, na sua vida de sobriedade, de ser parte de um Grupo deste tipo. “Continuo ouvindo minha própria história e isto me ajuda a manter a sobriedade e lembrar que o alcoolismo não é uma idade – é uma enfermidade”.
 
Larry disse que as conferencias de fim de semana de Jovens em A.A., nas que participam uns vinte membros, são realizadas com regularidade nos EUA e Canadá. “Nelas, celebramos reuniões, bailes nos sábados à noite, assembleias espirituais no domingo, tudo como em qualquer outra conferencia de A.A. num fim de semana”. Estas conferências começaram a ser realizadas porque, de acordo com Larry, “queríamos manter-nos sóbrios e, além do mais, como jovens, precisávamos uma forma de diversão dentro de A.A.”.
 
Jim disse isso mesmo com outras palavras, qualificando, com certa ironia, a exuberância de alguns GJ de “espiritualidade incontrolada”.
 
Essencialmente, entretanto, os GJ se interessam no trabalho do Décimo Segundo Passo, nos hospitais e instituições, na informação pública, no Serviço Geral e nos demais aspectos do serviço em A.A. Aos recém-chegados, pessoas da mesma idade lhes ensinam que usar os princípios de A.A. no se cotidiano e se comprometer com o serviço de A.A., podem leva-los a uma sobriedade cômoda e duradoura.
 
Para mais informação a respeito dos Grupos de Jovens e da Conferência Internacional, escreva a: ICYPAA Advisory Council, Box 19312, Eastgate Station, Indianapolis, IN 46219.
 

Contribuições Voluntárias

de Membros de A.A.

“Todos os grupos de A.A. deverão ser absolutamente auto-suficientes, rejeitando quaisquer doações de fora.”  Nenhuma outra tradição de A.A. nasceu tão ..
  Contribuintes : 59

Plano de Aniversário

R$ 1,00 por dia x 365 dias no ano. R$ 365,00 em 12x no cartão = R$ 30,42 ao mês   Gratidão ..
  Contribuintes : 6