. . .

Este site usa cookies

Como a maioria dos sites, Alcoólicos Anônimos (BR) usa cookies. Para oferecer um serviço personalizado e ágil e para melhorar o site, lembramos e armazenamos informações sobre como você o usa. Isso é feito usando arquivos de texto simples chamados cookies que ficam no seu computador. Ao usar este site, você concorda com este princípio. Só será pedido uma vez. Para limpar cookies no computador siga as instruções

Reuniões de A.A. em instituições de tratamento

Box 4-5-9, Ago. Set. / 1987 (pág. 8) =>https://www.aa.org/newsletters/es_ES/sp_box459_aug-sept87.pdf

Título original:“Losque Abusan de Sustancias Quimicas, y las Reuniones de A.A.”

Um problema enfrentado pelos AAs que levam a mensagem às instituições de tratamento é a quantidade, cada vez maior, de adictos não alcoólicos que se tratam nesses centros. Com frequência, os procedimentos que tratam da assistência a estes pacientes nas reuniões de A.A. não estão suficientemente claros, e esta falta de precisão pode causar problemas a estes membros que levam a mensagem. A política de A.A. respeito aos adictos não alcoólicos, frequentemente não é conhecida pelos responsáveis pela instituição e os membros do Comitê de Instituições de Tratamento – CIT vem-se obrigados a lhes falar a esse respeito.

Algumas instituições de tratamento têm a tendência a reunir alcoólicos e os que abusam de outras substâncias químicas numa só categoria, supondo que sofram da mesma adição, e o tratamento reflete este enfoque. Certamente, as instituições têm suas razões e os motivos adequados para conduzir o tratamento dessa maneira. Entretanto, os AAs que levam a mensagem com frequência descobrem que os responsáveis por estas instituições incentivam os adictos não alcoólicos a assistir as reuniões de A.A. dentro de suas instalações. Ademais, devido à eficácia do programa de A.A. ao prestar ajuda e apoio aos alcoólicos no pós tratamento, com frequência aconselham também os adictos não alcoólicos a procurar A.A. após receberem alta da instituição. Neste caso, os métodos da instituição de tratamento se contrapõem às Tradições de A.A.

O Comitê de Instituições de Tratamento – CIT tem a responsabilidade de informar os administradores e o pessoal clínico das instituições sobre a unicidade de propósito de A.A. Compete também a estes Comitês instruir estes profissionais sobre a política e as Tradições de A.A. As reuniões de A.A. que se realizam dentro de uma instituição de tratamento não podem ser “reuniões sobre o abuso de substâncias químicas”, mas, apenas para alcoólicos – incluindo os alcoólicos com outras adições. Mesmo sendo difícil e levando muito tempo para explicar ao pessoal das instituições de tratamento a necessidade de se ater à política de A.A. referente a esta questão, a experiência nos demonstra que a comunicação é mais efetiva quando os AAs o fazem de maneira generosa e com espírito de cooperação.

Extraído do Livro de Trabalho com as Instituições de Tratamento

Literatura Digital em eBook