. . .

Este site usa cookies

Como a maioria dos sites, Alcoólicos Anônimos (BR) usa cookies. Para oferecer um serviço personalizado e ágil e para melhorar o site, lembramos e armazenamos informações sobre como você o usa. Isso é feito usando arquivos de texto simples chamados cookies que ficam no seu computador. Ao usar este site, você concorda com este princípio. Só será pedido uma vez. Para limpar cookies no computador siga as instruções

O espirito de cooperarão entre A.A. e N.A. (narcóticos Anônimos)

Box 4-5-9, Out. Nov. 1986 (pág. 6-7) =>https://www.aa.org/newsletters/es_ES/sp_box459_oct-nov86.pdf
Título original: “El Espíritu de A.A. se Transmite Como una Ola”
 

Charlie A., um AA do Brooklyn, recebeu recentemente um chamado do Intergrupo de Nova York, pedindo-lhe para se colocar em contato com “Joe” que tinha acabado de telefonar ao escritório com um pedido urgente de ajuda. Charlie diz: “Joe era muito adicto à cocaína. Tinha um problema grave. Seu terapeuta tinha-o aconselhado que, se usava drogas e procurava ajuda, deveria entrar em contato com Alcoólicos Anônimos”.

Charlie está sóbrio há vinte anos e já fez muito trabalho de Decimo Segundo Passo. Refletiu sobre a unicidade de propósito de A.A. Também refletiu sobre a nossa tradição de cooperação sem afiliação a organizações alheias à Irmandade. Então, como ele conta, “levei ao conhecimento de Joe que A.A., na realidade, é para pessoas que tem problemas com o álcool; entretanto, se assim o desejasse, chamaria para ele a Narcóticos Anônimos. Se NA não devolvesse a chamada, lhe assegurei que o levaria diretamente a uma reunião de NA ou lhe indicaria o endereço de uma reunião de NA de fácil acesso que fosse celebrada nesse mesmo dia”.

Ao chamar a NA, Charlie recebeu uma resposta imediata e calorosa – “agradar-lhes-ia ajudar a qualquer adicto que fosse encaminhado”. “Ademais” conta Charlie, “pediram-me que dissesse a qualquer outro adicto que se encontra, no espirito de cooperação entre A.A. e NA, que NA está à sua disposição e deseja ajudar”.

Algumas semanas depois de encaminhar Joe a NA, Charlie teve notícias dele. “Agradeceu-me a ajuda e disse que se sentia muito mais cômodo em NA do que poderia ter-se sentido em A.A. Ajudava-lhe muito poder-se identificar com clareza nas reuniões de NA”.

Narcóticos Anônimos, com sede em Van Nuys, Califórnia, é muito ativa, com reuniões regulares em todos os 50 Estados dos EUA e a maioria das Províncias do Canadá. A organização, cujo formato é muito parecido com o de A.A., está bem estabelecida em Europa e na Austrália, e esta começando na Ásia, África e América do Sul.

A força de A.A. está na nossa unicidade de propósito: levar a mensagem ao alcoólico que ainda sofre. Por isso é do nosso agrado ter a oportunidade de compartilhar nossos princípios e métodos com outros grupos de esforço pessoal; entretanto, apenas estes grupos proporcionam o elemento essencial para o sucesso: o vínculo comum que une seus membros.

Literatura Digital em eBook