acessibilidade texto


. . .

Portuguese Portuguese

Amigo Anônimo

aanonimoui

1941 06 A Oração da Serenidade aportou em A.A.

Ao longo dos anos as verdadeiras origens da Oração da Serenidade tem sido um mistério tentador, enigmático, perturbador e fascinante para aqueles que tentam descobrir uma prova confiável e irrefutável de sua origem. A oração entrou, discretamente, na história de A.A., em junho de 1941. Ela foi descoberta em uma página de obituários de uma edição do início de junho, do jornal New York Herald Tribunee o texto dizia:"Mãe - que Deus me conceda a serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para mudar aquelas que posso e sabedoria para conhecer a diferença. Adeus".

Anos mais tarde, a primeira secretária não alcoólica de A.A., Ruth Hock, lembrou:"Jack C.apareceu um dia no escritório da Rua Versey, 30, Manhattan, para conversar um pouco e, enquanto estávamos falando me mostrou o obituário com a Oração da Serenidade. Fiquei tão impressionada com o texto quanto ele e lhe pedi para deixar o jornal comigo para copiá-lo e incluí-lo nas cartas que enviamos para grupos e solitários...".Outro membro,Horace C., teve a ideia de imprimi-la em cartões e ele cobriu as despesas com a primeira tiragem.

Todos os membros locais, incluindo Bill W., perceberam imediatamente a sua relevância. Bill disse em"A.A. Atinge a Maioridade"(pág. 189/5/1 - Junaab, código 101)"Nunca tínhamos visto tanto de A.A. em tão poucas palavras".Em 2 de junho de1941, Ruth escreveu uma carta para Henry S., um membro de Washington, D.C. e gráfico de profissão, dizendo:"um dos companheiros daqui nos trouxe um recorte de um jornal local  e gostou tanto que me pediu para lhe perguntar quanto custaria para imprimi-lo em uma pequena cartolina, semelhante a um cartão de visita, para poder ser levado na carteira... aqui está o texto... agradeceria que você me respondesse o quanto antes possível".Henry, entusiasmado, respondeu imediatamente:"... os cartões estão a caminho; parabenize o companheiro que descobriu o texto no jornal.Não me lembro de ter visto qualquer frase com tanto impacto e, durante o dia mostrei-a aos AAs que passaram por aqui e todos me pediram cópias. Estou enviando 500 cartões, já que não me disseram quantos queriam. Se vocês quiserem mais, por favor, me avisem. Claro que não cobrarei nada por fazer uma coisa deste tipo".

Na página 189/6/1 do libro"A.A. Atinge a Maioridade",Bill W. escreve:"Ninguém pode dizer com segurança quem primeiro escreveu a Oração da Serenidade... e Jack Alexander, que em certa ocasião pesquisou a respeito, atribuiu-a ao Rev. Reinhold Niebuhr, do Seminário Teológico União. De qualquer maneira, temos a oração que é repetida milhares de vezes diariamente. Consideramos que seu autor está entre nossos maiores benfeitores".

Na Irmandade de A.A., ao redor do mundo, a Oração da Serenidade tem sido um elemento chave. Seja qual for a sua origem, nenhuma outra citação ou conceito – ao mesmo tempo prático e espiritual, se apoderou da mente e do coração de todo membro de A.A. que empreendeu a viagem rumo à sobriedade e o renascimento, quanto a Oração da Serenidade.

 Para saber mais, acesse:A Origem da Oração da Serenidade

CAHist – Comitê de Arquivos Históricos da Junaab