. . .

Este site usa cookies

Como a maioria dos sites, Alcoólicos Anônimos (BR) usa cookies. Para oferecer um serviço personalizado e ágil e para melhorar o site, lembramos e armazenamos informações sobre como você o usa. Isso é feito usando arquivos de texto simples chamados cookies que ficam no seu computador. Ao usar este site, você concorda com este princípio. Só será pedido uma vez. Para limpar cookies no computador siga as instruções

Última mensagem de Bill W

Meus queridos amigos:

Recentemente um membro de A.A. me enviou uma extraordinária mensagem a qual eu quisera compartilhar com vocês.

Disse-me que era uma saudação árabe.

Talvez não tenhamos Grupos de A.A. árabes, porém, é uma expressão que explica o que sinto por cada um de vocês.

E disse: ‘Saúdo-te e dou graças pela tua vida’.

Meus pensamentos hoje em dia estão cheios de gratidão para com Nossa Irmandade pelo sem-número de bondades que nos têm dado a Graça de Deus.

Se me perguntassem qual dessas bondades era a responsável por nosso crescimento como Irmandade é mais vital para nossa continuidade, eu diria o ‘Conceito do Anonimato’.

O anonimato tem dois atributos essenciais para nossa sobrevivência individual e coletiva: o espiritual e o prático. Ao nível espiritual o anonimato requer toda disciplina que somos capazes de dar; ao nível prático o anonimato tem dado proteção ao novo membro, nos tem dado o respeito e o apoio do mundo exterior, e nos protege daqueles que possam usar A.A. para fins doentios e egoístas. Com o passar dos anos A.A. deve e continuará a mudar. Não podemos nem devemos 
retroceder no tempo. Sem dúvida acredito firmemente que o princípio do anonimato deve permanecer como primordial e permanente medida de segurança. Enquanto aceitarmos nossa sobriedade em nosso tradicional espírito do anonimato continuaremos a receber as Graças de Deus. É assim, mais uma vez os saúdo nesse espírito, e dou graças por vossas vidas. Que Deus bendiga a todos para sempre. 

Esta mensagem de despedida foi lida por Lois em novembro de 1970 durante o jantar de aniversário em que Bill completava 75 anos de idade.

Bill W. nasceu em East Dorset, Vermont, EUA, em 16 de novembro de 1895; morreu no dia 24 de janeiro de 1971 – data do 53º aniversário de seu casamento com Lois – horas depois de dar entrada no Instituto do Coração de Miami, Flórida, EUA, em decorrência de enfisema pulmonar. Repousa no cemitério de East Dorset

Literatura Digital em eBook