. . .

Portuguese Portuguese

Abordar sempre

Deveríamos permanecer sempre atentos às oportunidades para transmitir a mensagem a outro alcoólico em sofrimento ? é o que sugere um companheiro.

M

inha sobriedade está alicerçada, também, no maravilhoso Décimo Segundo Passo — sem o qual ela balança. Costumo colocar a abordagem no meu dia a dia e, quando vou dormir, peço a um Poder Superior, nosso bom Deus, como eu O concebo, para que me ilumine e use como Seu instrumento nesse serviço. Sempre tenho recebido oportunidades para fazer o sugerido nesse Passo. A alegria de viver é seu tema, mas devo tomar ação com amor despretensioso, ou seja, dar sem esperar recompensa. 

Minha história marcante a respeito desse Passo aconteceu faz tempo – há quase 30 anos. Um Poder Superior tocou meu coração e usou-me, assim acredito, para abordar um meu cunhado, e pude levá-lo para conhecer o Grupo de A.A. Vida Nova, em Assu (RN). Ele já estava vivendo nas ruas. Minha irmã o havia deixado, seus dois filhos não queriam mais nem ouvir falar no seu nome. Ele já pensava em suicídio e só tinha a roupa do corpo: calça, uma camisa com propaganda política, um desmantelado par de sandálias de dedo. Hoje é um homem totalmente resgatado, não tomou nenhuma gota de álcool desde então. Não existe satisfação maior, nenhuma alegria é mais intensa para mim do que essa: olhar para esse cunhado e vê-lo reintegrado à sociedade, feliz, um sorriso estampado no rosto a todo momento, além de uma vontade de viver imensa. Às vezes, ao vê-lo, meus olhos lacrimejam de alegria e gratidão, por sentir que Deus usou-me para fazer essa abordagem e, por graça d’Ele, meu cunhado até hoje está conosco. 

Para mim, o Décimo Segundo Passo é como se um Poder Superior estivesse dizendo, olha, tu conheceste tua verdade, passaste por um despertar espiritual através desses Doze Passos e agora tens uma experiência para levar adiante - pois bem, vai à busca do teu irmãozinho que ainda vive sob a escuridão do alcoolismo, até porque, se tu não fizeres isso continuamente, o alcoolismo poderá levar-te de volta à mesma escuridão.

É isso que venho fazendo. Sempre encontro tempo para fazer esse maravilhoso trabalho sugerido no Passo — levar adiante. Com gratidão e alegria tenho visto diversas pessoas a quem pude abordar ficarem em A.A., tornando-se pessoas de bem, em meio a famílias felizes. Não digo isso para inflar meu ego, mas para honrar e agradecer a um Poder Superior no qual acredito. Pois, precisamente no dia 26 de junho de 1989, através de uma Al-Anon que me abordou, tive meu próprio despertar espiritual e nunca mais fui o mesmo. Naquele dia emocionei-me muito, chorei bastante e fui dormir tarde, sentindo profundo alívio. Naquela noite eu não sabia porque chorava tanto, apenas senti uma alegria indescritível, mesmo sem entender muitas das coisas que ouvi, percebendo que, naquele lugar, estavam as pessoas de quem eu precisava para voltar a viver. 

Lembro-me de ter dito, Deus, encontrei meu lugar, tem misericórdia de mim e conserva-me entre esse povo. Assim continua acontecendo e tudo começou com uma simples abordagem sugerida no Décimo Segundo Passo de A.A. é o qual fornece a cada um de nós uma energia contagiante e maravilhosa. Somente pela ação podemos executá-lo. Transmitir a mensagem de A.A., essência do Décimo Segundo Passo, é dádiva sem preço, é profundamente recompensador e é a magnífica realidade vivida pelos membros de A.A.: dar de graça o que de graça recebi. 

 José C.T. RN  Edição: 171 - Página: 4